Energia mais verde

Energia mais verde para um futuro sustentável  
Naturalmente precisamos de energia para alimentar nossos processos produtivos. Estamos trabalhando muito para que mais dessa energia venha de fontes mais verdes e renováveis, incluindo biogás, solar e eólica.
 
De fato, estamos comprometidos com a estratégia de sustentabilidade geral da Arla Foods, a “Ambição Verde 2050”.
 
É por isso que, por exemplo, investimos fortemente em biogás.
Na Dinamarca, junto à nossa empresa controladora, Arla Foods, recebemos toda a produção de metano de uma planta de biogás próxima. A biomassa processada pela bioplanta é principalmente feita de esterco das fazendas da Arla, assim como de resíduos de produção gerados em nossas plantas.

Em cada uma de nossas duas maiores plantas de produção no país, Danmark Protein e Arinco, há dois enormes motores de biogás de 4.000 HP – e também duas caldeiras que podem usar biogás. Os motores convertem o metano produzido a partir da biomassa em mais de 50 GWh de eletricidade1 por ano, que então é vendida para a rede elétrica. É o equivalente à energia que 11.600 famílias usariam.

Leia mais sobre nossas instalações de manufatura de ponta.

Os motores se aquecem e a água usada para resfriá-los atinge uma temperatura de aproximadamente 90° Celsius. Aproveitamos o máximo disto como parte de nosso modelo de negócios de bioeconomia circular, gerando mais de 27 GWh de aquecimento distrital em 2020 (igual ao consumo de cerca de 1.500 famílias) e 13,6 GWh de vapor (aproximadamente 750 famílias).

Utilizamos toda esta energia mais verde para alimentar nossas instalações de produção. A Danmark Protein, por exemplo, pode atender 40% de sua necessidade energética desta maneira.

Qual é o impacto positivo no meio ambiente? Em 2019, o total de emissões das duas plantas de produção foi de 105 mil toneladas. Se o biogás não estivesse disponível, teríamos emitido um volume muito maior de 167 mil toneladas. Então, em geral, usar o biogás significou uma redução em emissões de carbono de 62 mil toneladas apenas em 2019 – em outras palavras, uma redução de mais de 35%.

A previsão de emissões para 2020 é de 121 mil toneladas (refletindo o aumento nos volumes de produção). Sem o biogás, calculamos que as emissões sejam bem maiores, em torno de 180 mil toneladas. Essa é outra redução anual de 59 mil toneladas.

Identificar e investir em fontes mais verdes de energia ajuda nossa empresa controladora, Arla Foods, a atingir sua meta para 2030 de reduzir as emissões em 30% - e ter emissão zero de carbono até 2050. 

1. EA eletricidade vendida para a rede elétrica está incluída no cálculo da redução de emissões totais.