Reuso da água residual

Trabalhando para melhorar o reuso da água residual
Nosso uso de água está longe de ser uma questão menor. De fato, usamos 8,2 milhões de litros por dia. Isso talvez não seja um problema tão grande quanto parece, porque muito de nosso consumo de água acontece em regiões onde ela é abundante, então ninguém ficará sem por causa de nosso uso. 

Água reutilizada é também um elemento chave em nossa abordagem circular de fornecimento e produção, em parte porque utilizamos e reutilizamos água de nossos fluxos de matérias-primas e, também porque constantemente limpamos e renovamos outros fluxos de água antes de devolvê-las à natureza. Na verdade, se não estivéssemos focados em formas de reutilizar esta água, poderíamos usar até três vezes mais!!

Assim como o que acontece com nosso consumo de energia, nossas necessidades de água crescem com a complexidade cada vez maior de nossos produtos. Mesmo assim, embora o consumo de água tenha aumentado em 11% em 2019, em comparação com 2018, registramos uma melhoria geral de 20% na eficiência em uso de água. A melhoria é resultado de um foco mais apurado no tratamento e reuso da água extraída do soro de leite durante o processamento, reduzindo a necessidade de uso da água potável que vem do abastecimento.

Melhorando a água residual tratada em nossas plantas 
Nossa instalação principal de processamento de soro de leite é a Danmark Protein, localizada na Jutlândia, Dinamarca. Aqui, a água residual é tratada usando um processo biológico, e todo o lodo é enviado para produção de biogás. 

Em 2019, desenvolvemos planos para um novo projeto para melhorar a água residual tratada para reuso. A água residual tratada é atualmente aprovada ecologicamente para descarte em um córrego local. Entretanto, ao remover o teor de calcário, é possível devolvê-la à Danmark Protein e à Arinco para finalidades técnicas como resfriamento. 

Desta maneira, esperamos ser capazes de reciclar 450 mil litros de água residual por dia. Ainda estamos investigando a capacidade de reciclar o calcário prensando-o para transformar em pellets de fertilizante. 

A Arla Foods Ingredients também possui e opera a planta de Porteña na Argentina. Aqui, o reuso de água residual já está reduzindo o uso de água potável. Até 100 mil litros de água residual da estação de tratamento local são devolvidos à planta todos os dias para uso em torres de resfriamento e caldeiras, por exemplo. O objetivo é aumentar o reuso de água residual na AFISA para 300 mil litros por dia. Cerca de 85-90% de toda a água usada na planta de produção foi originalmente extraída do soro de leite.

Leia mais sobre as plantas Danmark Protein, Arinco e Porteña.

Desenvolvendo tecnologias pioneiras, juntos
Fazer parcerias com terceiros é parte de nossa mentalidade – e é um possibilitador central de tudo o que fazemos, incluindo nossa habilidade de minimizar nossa pegada ambiental.

Por um período de cinco anos, trabalhamos de maneira bem próxima a cinco institutos de pesquisa e 13 empresas para desenvolver uma tecnologia pioneira para reduzir o uso de água potável pelo setor de alimentos em 15-30%. Iniciada pelo Fundo de Inovação da Dinamarca, a parceria agora chegou ao fim, mas permanecemos focados no uso e reuso ideal da água – que se tornou mais urgente como meta considerando nossas atividades de produção em expansão.